sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Todo balanço que eu danço é o balanço do branco




"Um pouco para o lado, isso! A cabeça, vira só um pouquinho pra esquerda... Tá pronto, não se mexa, sorria!". Pronto, mais uma foto tirada, é como se fosse uma missão cumprida, o sofrimento agora é pouco, mal sabem o que passo depois na edição. Melhor, nem queiram saber, é horrível. Se eu soubesse que seria assim, juro que jamais seria um fotografo.

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

CARTAS A QUEM UM DIA EU AMEI

Não direi que não sinto saudades, seria uma das maiores mentiras da minha vida. Não sou e nunca gostei de ser um mentiroso. Mas a vida segue, assim como o rio que tem um percurso, ele vai embora, se encontra com o mar, muitas vezes evapora, vai pras nuvens e pode parar em qualquer lugar. Não sou diferente, preciso me encontrar, ainda estou perdido e não quero que ninguém se perca comigo.

Estou em fases de descobertas sentimentais que nunca tive em minha vida. Eu as evitei ao máximo. Muitos me conhecem e sabem que sou do tipo que esconde os mais profundos dos sentimentos, desde tristeza à alegria. Eu sou muitas vezes desprovido deles. Não sou nenhum fofo que acham que sou.

Ainda preciso me firmar, estou me sentindo mais velho, é isso que o tempo faz (obvio), entretanto, sinto que minha vida vai sumindo, não está tomando forma com o passar dos anos. Só consigo ver o fracasso que eu me nego a acreditar que exista. Eu sei que ainda sou novo, porem, a vida passa como um avião no céu, tão rápido, que nossos olhos apenas podem acompanhar sem conseguir tocar.

Resolvi dar um tempo pra mim, me reerguer, me estruturar, buscar novos caminhos, buscar amores por mim mesmo. Aliás, eu preciso conseguir me amar mais. Amor próprio é o que poderia me deixar mais "vivo". Parar de reclamar seria bom, na verdade, estou tentando e está dando certo. Sempre fui muito rabugento.

Não consigo mentir que ainda me faz falta todo aquele carinho. Era tanto que eu mesmo não precisava me dar, pois, já tinha de sobra. E isso foi ruim, quando você foi embora, eu senti falta. Eu senti a minha falta. Você era mais "eu" do que eu jamais fui.  Quando foi embora,  me senti abandonado, e que ainda precisava ser amado, mimado e idolatrado. Fez muita falta. Ainda faz um pouco.

Hoje ainda vivo as migalhas que você deixou, junto aos cacos do meu coração que a vida quebrou, você sabe bem o que aconteceu. E eu sei bem que quem terminou fui eu, porem, quando você partiu, meu coração partiu junto e aquele um pouco de humanidade que restara em mim, foi embora junto contigo.

Não sou mais quem eu costumava ser, esta é a pior "fase de mim" em anos. A fase que preciso lapidar, me reinventar, mudar o ciclo que criei há uns anos atrás, quase como uma válvula de escape. Preciso  parar de me embriagar, de me envolver com todas as mulheres que posso encontrar. E posso dizer que não são poucas. Infelizmente, essa é a formula que achei para a cura.

Não estou buscando a cura completa, apenas a minha própria aceitação. Minha redenção. O purgatório nunca combinou comigo, você sabe disso. Na verdade, não combino com nada, apenas com minha solidão.

Não pense que é uma carta suicida ou algo do tipo. É um desabafo, você sabe muito bem que essa é minha maneira de me expressar, pois, com sentimentos "reais" já não saberia nem por onde começar. Sabes que sou perdido, e esta carta é pra lembrar que vou me encontrar. E se um dia achar alguém para me guiar, que seja para nunca precisar voltar.

Sendo assim, ainda sigo como um rio, porem, farei meu próprio percurso, tentando mudar todas as rotas possíveis, mas se for para me encontrar com o mar, estarei aberto a aceitar. Se for para evaporar, que eu caia em qualquer lugar, um lugar onde eu quero estar e possa chamar de lar.

terça-feira, 26 de abril de 2016

A Cura


 Nem toda dor se transformará numa bela música, nem toda música representará a dor. Se seus olhos pudessem mostrar o que há por dentro, mostrariam que por trás desses olhos azuis existem longas trajetórias de dor e insensibilidade, que foi se formando ao longo dos anos. A empatia se perdeu há muito tempo, não sabe mais lidar com sentimentos alheios, os abraços te incomodam, são frios e o sorriso faz parte do papel.

sábado, 31 de outubro de 2015

Adoro seu Sorriso


Estou em busca da concretização de um amor. Na verdade jogando para o vento, na esperança que sopre e leve para alguém que realmente precise. E vivo na esperança que ele volte para mim, pois, viver sem amor é doloroso demais. Até pra mim.

Então, menina, lamento por te deixar. Estou pensando mais em mim. Direi mais, adoro seu sorriso, ele me faz sentir em casa. Mas sinto que não me quer do jeito que te quero. Sou bem mais do que meus abraços podem mostrar. Sou um companheiro eterno, e espero o mesmo, caso contrário, me deixe partir. 

Desculpe meu drama, jamais quis partir sem você. Jamais imaginei viver sem você. O tempo que não tinha você comigo eram chatos. Hoje vivo em aventuras pelas curvas de seu corpo, os carinhos que tanto ansiei em ter são melhores do que imaginei. 

Peço que junte-se a mim, te transformarei na minha rainha. Pegaremos carona nas asas de um pássaro qualquer, voaremos entre as nuvens, tocaremos a lua se for preciso. Só tenho um pedido, me deixe olhar esse seu sorriso mais uma vez, e diga que é pra mim, que é minha presença que causa o brilho dele. Toque sua boca na minha quando terminar de sorrir. Já disse que adoro ele?

Volte com meu amor, eu joguei ele ao vento, na esperança dele voltar. Na esperança de você traze-lo de volta. Eu deixei as coordenadas da sua casa, mas siga-o pelo caminho, caso se perca. Estarei aqui, na varanda da minha casa, olhando para os pássaros, e escolhendo qual irá nos levar na hora que você chegar.

Quando estiver perto, não precisa ligar, chegue sem avisar. Quero poder ter o coração batendo mais forte com a surpresa. Venha com aquela roupa que eu gosto, e use aquele anel que te dei. Hoje será sua coroação, será o dia de se tornar minha rainha. Meu castelo é enorme, mas falta alguém, alguém não, apenas você e aquele filho que sempre sonhamos. E me prometa nunca se esquecer de sorrir pra mim. Já disse que adoro seu sorriso?


.

domingo, 2 de agosto de 2015

quarta-feira, 17 de junho de 2015

Relatos de Um Homem Apaixonado




Não pretendia perder o apetite, não pretendia perder também o sono, gostaria de saborear um jantar ao seu lado, acordar no meio da noite pra sentir sua respiração cansada, acariciar o seu rosto e suspirar o quanto te desejo. Não posso deixar de querer "é improvável é impossível", assim como dizia aquela música que dançávamos sem um ritmo, sem ser feita pra dançar. Talvez, isso passe a ser apenas um desabafo de um homem apaixonado.

domingo, 7 de junho de 2015

Seja Perfeita a Sua Maneira



Recentemente, li um artigo sobre "8 comportamentos que tiram o valor da mulher", onde o autor dita oito comportamentos que as mulheres devem deixar de ter, e eles estão:

  1. Não se vista de maneira insinuante. Não use decotes, saias demasiadamente curtas, maneiras provocantes; 
  2. Não viva em casa de homens, mesmo que estes sejam amigos seus, mas principalmente se eles morarem sozinhos;
  3. Não seja vista rodeada de homens. Muitas mulheres perderam grandes partidos por isso. O cara vê a moça, se interessa, mas quando vê que ela é rodeada de homens, cai fora porque vê ela sem valor;
  4. Não fale nomes, palavrões, coisas de baixo calão ou palavras torpes que não condizem com o que uma mulher de valor deve falar;
  5. Busque ser discreta. Você não precisa ser espalhafatosa, gritante, que gosta de chamar a atenção para si;
  6. Não saia por aí ficando com qualquer um. Aliás, nem "fique". Corte isso da sua vida. Mulheres que se valorizam não aceitam serem usadas por uma noite, seja para sexo ou para qualquer coisa que seja;
  7. Quando namorar, avalie bem com quem você se relaciona. Não se entregue logo de cara. Acredite que a maioria dos homens contam para os amigos detalhes sórdidos do que fazem com você na cama. Seu nome fica sujo na boca de vários homens e você nem sabe, pois eles não vão te dizer, mas, quando você passar por eles, os pensamentos serão os piores;
  8. Não viva em festas, baladas, bebedeiras e promiscuidade;